Escolha uma Página

Pertencente ao paciente, o Prontuário Médico servirá também como aparato documental para a defesa do profissional médico, justamente por nele constar todos os cuidados profissionais que foram prestados ao paciente (podendo inclusive afastar a certeza de tudo aquilo que o enfermo ou os seus narram na exordial), dentre eles: ficha clínica (identificação, anamnese etc), exames complementares, folha de evolução clínica, folha de pedido de parecer, folha de prescrição médica, resumo de alto ou óbito etc.

Assim, em casos do profissional ser demandado por erro médico, caberá a devida apresentação de tais peças para demonstração e posterior evidência de que foram feitos todos os procedimentos de forma correta, com conduta comissiva positiva do profissional certificada. 

Inúmeras vezes, em havendo corroborado o profissional com as provas, tornar-se-á desqualificada a tipicidade da conduta, importando na verificação da inocência deste.

No mais, quando o profissional sabe do seu proceder, o Prontuário Médico, inda pertencendo ao enfermo, poderá compor o acervo probatório do médico, podendo para tanto beneficiá-lo.

#alanaargoloadvogada #advogandoparamedicos #direitomedicoparamedicos